HOMEM-ARANHA: SEM VOLTA A CASA

HOMEM-ARANHA: SEM VOLTA A CASA

Maiores de 12 anos

Sessões

Não existem sessões neste momento.

Descrição

Pela primeira vez na história cinematográfica do Homem-Aranha é revelada a verdadeira identidade do simpático herói. Para Peter, é o início de um conflito entre as responsabilidades de combatente do crime e a sua vida pessoal colocando em risco os que lhe são mais próximos. Por isso, Peter pede ajuda ao Doutor Estranho para restaurar o seu segredo, mas o feitiço abre um buraco multidimensional que liberta os mais poderosos vilões que alguma vez lutaram contra o Homem-Aranha. Agora, Peter terá de superar o seu maior desafio que não alterará apenas o seu próprio futuro, mas também o futuro do Multiverso

 

Termos e condições

A ENTRADA NO AUDITÓRIO MUNICIPAL ESTÁ CONDICIONADA AO CUMPRIMENTO DAS SEGUINTES NORMAS, NOS TERMOS DO DISPOSTO NO N.º  2 DO ART. 13º DA RESOLUÇÃO DO CONSELHO DE MINISTROS N.º 157/2021 DE 27 DE NOVEMBRO.  

2 — Sem prejuízo do disposto no n.º 4, o acesso a eventos de qualquer natureza, bem como espetáculos, depende da apresentação, por parte de todos os participantes:

a) De Certificado Digital COVID da UE admitido nos termos do Decreto -Lei n.º 54 -A/2021, de 25 de junho;

b) De comprovativo de vacinação que ateste o esquema vacinal completo nos termos do n.º 2 do artigo 4.º do Decreto -Lei n.º 54 -A/2021, de 25 de junho, há pelo menos 14 dias, com uma vacina contra a COVID -19 com autorização de introdução no mercado nos termos do Regulamento (CE) n.º 726/2004 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 31 de março de 2004, cujo reconhecimento tenha sido determinado pelo despacho previsto no n.º 2 do artigo 5.º do Decreto -Lei n.º 54 -A/2021, de 25 de junho; ou

c) De comprovativo de realização laboratorial de teste com resultado negativo, devendo este teste cumprir os requisitos previstos nas subalíneas i) ou ii), conforme aplicável, da alínea b) do n.º 1 do artigo 4.º do Decreto -Lei n.º 54 -A/2021, de 25 de junho.

 

NOTAS:

1. A apresentação do bilhete de ingresso é obrigatória, podendo ser efetuado fisicamente ou através do telemóvel (preferencial). 

2. Os espectadores devem chegar ao local, preferencialmente, no espaço temporal entre 20 minutos e 5 minutos antes do espetáculo.

3. Nesta fase não existem lugares marcados. Os espectadores serão encaminhados a ocupar os lugares por ordem de chegada.

4. É obrigatório o uso de máscara social durante todo os espetáculo.

5. Os espetadores devem manter o distanciamento social.  

6. Os espectadores devem respeitar os circuitos de entrada e saída: nos seguintes termos:

    6.1 A entrada dos espectadores na sala será realizada por ordem de fila no sentido do lugar mais afastado da entrada para a entrada, de molde a evitar-se o cruzamento entre espectadores.

    6.2 A saída dos espectadores da sala deverá ser realizada de acordo com o circuito interno, no sentido do lugar mais próximo da saída para o lugar mais afastado da saída, evitando-se o cruzamento de espectadores. 

7. O espetador deve cumprir escrupilosamente as orientações do assistente de sala. 

8. Os dados pessoais recolhidos no presente formulário serão tratados pela Esposende 2000.A Esposende 2000 não cede os seus dados pessoais a pessoas colectivas ou individuais, exceto a  entidades oficiais a que esteja obrigada por Lei, para efeitos estatísticos ou outros. A Esposende 2000 utilizará os dados por si fornecidos para contactar consigo, remeter-lhe elementos e documentos associados à aquisição de bilhetes de ingresso, enviar mensagens promocionais acerca dos seus serviços, atividades e eventos. Nos termos e para os efeitos do disposto nos artigos 13.º a 22.º do Regulamento Geral de Proteção de Dados (EU) 2016/679 do P. E. e do Conselho de 27 de abril, o cliente toma conhecimento de que poderá, a todo o tempo: a. Retirar o seu consentimento relativamente ao tratamento dos seus dados pessoais; b. Opor-se à continuação do tratamento dos seus dados pessoais; c. Solicitar ao responsável pelo tratamento de dados pessoais o acesso aos mesmos, bem como a respetiva retificação ou apagamento, incluindo o exercício do “direito a ser esquecido”, na parte aplicável, ou seja, na parte de não viole a legislação da república, em vigor. d. Apresentar queixa à CNPD, obtendo, para o efeito, junto da Esposende 2000 os contactos da mesma; e. Ser informado(a), a pedido, sobre as finalidades do tratamento, as categorias de dados envolvidos, a identidade dos destinatários a quem tenham sido divulgados e o período de conservação dos meus dados pessoais; f. Ser informado(a) sobre quais os dados pessoais em fase de tratamento e quaisquer informações disponíveis sobre a origem desses dados, por via eletrónica, caso não seja o presente documento. Para qualquer assunto relacionado com esta temática deverá utilizar os seguintes contactos:gomes@esposende2000.pt